Total de visualizações de página

domingo

CUIDE DE SEU MAIOR MINISTÉRIO: SUA FAMÍLIA!

"Mas, e alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo".

Sempre vejo pessoas muito ligadas a atividades na igreja, e fazem disso a maior prioridade de suas vidas. Afinal, se deve ‘buscar primeiro o reino de Deus’ e assim as demais coisas são tratadas com menor importância.

Não é de admirar que muitos obreiros ‘bem sucedidos’ tem um péssimo relacionamento com sua própria família. São filhos desviados, enterrados nos vícios, a esposa mal amada, maridos mal cuidados, casas descuidadas entre outras coisas.

Conheci um obreiro que se preocupava muito em dar conselhos a rapazes e moças de sua igreja e não percebeu que estava perdendo o próprio filho, que precisava de sua atenção e ternura, e quase foi tarde demais.

Dentre os ministérios mais importantes que você tem em sua vida, o primeiro destes é a sua família.

Vejo pessoas que estão dispostas a pregar o evangelho até no Iraque, por amor a Jesus, mas não se importam com os desviados e descrentes de sua própria família, além de muitas vezes não ‘pregarem com suas próprias vidas’ para a conversão destes.

Ao invés de darem sua vida numa missão suicida na terra de Saddam, poderiam apenas pregar com suas vidas, num testemunho de fé e amor para a conquista de seus próprios familiares.

Muita gente leva à risca o ‘deixar pai, mãe, filhos, por amor de mim’ e o fazem as vezes de forma inconsciente. O que Jesus queria dizer é que Ele era mais importante e não que a família não tinha alguma importância. Paulo é enfático em dizer que devemos cuidar dos nossos, e diz mais que se não tomamos conta de nossa casa, poderíamos tomar conta da casa de Deus? (1 Tm 3:5)

Muitos obreiros só ‘conversam’ com seus filhos quando estes fazem algo errado e sua preocupação não é exatamente com eles e sim com sua própria imagem na igreja. Desejam que seus filhos sejam ‘exemplo’ para a comunidade, sem enxergar a humanidade deles! Viram carrascos para manter a aparência!

Muitos obreiros já não tem o prazer em sair num domingo para passear com sua família, comer aquela pizza, almoçar fora, fazer uma viagem, ou pelo menos perguntar como foi o dia de seu filho ou da sua esposa. Sempre tem uma atividade na igreja para cumprir, sempre tem um evento a participar. Possuem um senso de ugência tão tal em realção ao 'reino' que não podem parar um instante para os seus. São tomados pelo messianismo de salvar o mundo enquanto perdem sua própria família, e no final para se sentirem menos culpados, tentam se convencer que foi o ‘preço’ pago pela ‘obra’.

Que adianta ganhar o mundo todo de honrarias, ‘reconhecimentos’, e trabalhos, e perder o amor de sua família?

Acredite amado, no final o que fica é a nossa família. Um dia você será no máximo uma boa lembrança na vida de muita gente, mas será sua família que lhe ajudará no momento da velhice e doença.

Arrume tempo para sua família, ame, pergunte, chore, discipline, ria, sofra, gargalhe, cante e ore com, e pela sua família. Esse é o seu ministério! Quanto as demais coisas...lhe serão acrescentadas!

Moisés Almeida

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá Moisés.
Sei que voce postou isso há muito tempo, mas preciso de sua ajuda, na verdade de um conselho.
meu email é from.midgard@gmail.com
Por favor, se puder me responda.
Obrigado.